Kariri-Xocó – AL

HISTÓRICO KARIRI-XOCO

kariri2

A região onde hoje se ergue o município de Porto Real do Colégio e São Brás era habitada pelos indígenas Kariri, Karapotó, Aconã e Tupinambá no período Pré-colombiano. No século XVI jesuítas e bandeirantes vindos da Capitania da Bahia chegaram no local e reuniram as etnias para evangelizá-las, fundaram um convento e um colégio. Em 1759 foram expulsos os jesuítas, assumiram a administração dos indígenas “Os Diretores”, arrendando nossas terras aos colonizadores e isso foi até 1873. O aldeamento cresceu dando origem a Vila de Porto Real do Colégio, agora administrada pelos Intendentes (Prefeitos), estava criado o município. As terras indígenas foram transformadas em propriedades para os colonizadores, nós passamos a viver na periferia da cidade. Em 1944 é criado o Posto Indígena Padre Alfredo Damaso do S.P.I. (Serviço de Proteção ao Índio). Nosso povo recebeu uma pequena área de terra denominada Colônia Indígena, em 1947, para a agricultura. Diante do aumento da população, em 1978, nós Kariri-Xocó realizamos a primeira Retomada Indígena do Brasil resgatando a Fazenda Modelo passando esta a se chamar aldeia Kariri – Xocó, onde vivemos até os dias de hoje.

Nós Kariri – Xocó somos 2.500 indígenas e vivemos em 689 hectares localizados no município de Porto Real do Colégio, no baixo São Francisco, em Alagoas. Em nossas características culturais temos em maior destaque a produção artesanal de cerâmica utilitária como: pote, panela, moringa e frigideira. Produzimos também uma grande diversidade de peças artesanais com matérias nativas da Mata Atlântica e da Caatinga como: cachimbos, colares, pulseiras, brincos, cocares, arcos e flechas. No canto e danças tradicionais destacamos o Toré e cantos de mutirão do Povo Kariri – Xocó.